CERTIFICADOS da XV ERBASE já disponíveis !
Apresentação

O WPOS (Workshop de Trabalhos de Pós-Graduação) é um fórum dedicado à apresentação e discussão de trabalhos de especialização já concluídos e de mestrado e doutorado em andamento na área de computação. O trabalho deve estar vinculado a um programa de pós-graduação da Bahia, Alagoas ou Sergipe.

O objetivo do WPOS é propiciar um ambiente construtivo para discussões, onde os alunos de especialização, mestrado e doutorado poderão apresentar seus trabalhos e receber sugestões para a melhoria das suas pesquisas. O workshop permitirá que seus participantes tenham acesso a um panorama representativo da pesquisa em computação nos estados da Bahia, Alagoas e Sergipe, estimulando a integração e cooperação entre os pesquisadores.

Datas Importantes

22/02/2015 01/03/2015 (firm deadline) 06/03/2015 – Prazo final para submissão (até às 23:59 horas)

14/03/2015 – Notificação de trabalhos aceitos

21/03/2015 – Entrega da versão final dos trabalhos aceitos (até às 23:59 horas)

Inscrições

Os autores dos trabalhos aceitos NÃO serão dispensados do pagamento da inscrição na ERBASE, nem do pagamento dos minicursos e laboratórios. Além disso, a publicação do artigo nos anais do evento está condicionada à inscrição de pelo menos um dos autores no evento e à apresentação do trabalho na ERBASE.


Elegilidade

São elegíveis para submissão os seguintes trabalhos de especialização, mestrado ou doutorado:

  • Trabalhos de doutorado com proposta definida (não necessariamente aprovada);
  • Trabalhos de mestrado com proposta aprovada (desejável, mas não obrigatório) e prazo previsto de conclusão posterior a Agosto de 2015.
  • Trabalhos de especialização já concluídos.

Submissão de Artigos

As submissões deverão ser feitas exclusivamente por via eletrônica, caracterizando o trabalho como sendo de especialização, mestrado ou doutorado.

As submissões devem ser acompanhadas de um e-mail do orientador para wposerbase@gmail.com, dando ciência da submissão e confirmando se o trabalho submetido preenche os requisitos necessários, citados acima.

Todos os trabalhos devem conter uma folha de rosto e conteúdo, conforme detalhado a seguir:

Folha de Rosto (primeira página)

  • Título do Trabalho;
  • Nome do Aluno;
  • Nome do(s) Orientador(es);
  • Nível (especialização, mestrado ou doutorado);
  • Nome do Programa de pós-graduação e da Universidade;
  • E-mail de contato do aluno e do(s) orientador(es);
  • Ano/semestre de ingresso no programa;
  • Época esperada de conclusão;
  • Etapas já concluídas, com as respectivas datas (exemplos, defesa da proposta, exame de qualificação, etc);
  • Etapas futuras, com as datas previstas (exemplo, data de defesa);
  • Resumo em inglês;
  • Palavras-chave (máximo de 6).
Conteúdo (no início da segunda página)

  • Problema de pesquisa e caracterização da contribuição;
  • Fundamentação teórica e trabalhos relacionados na área (visão comparativa);
  • Estado atual do trabalho;
  • Desenvolvimento necessário para a conclusão;
  • Avaliação dos resultados.

Formato

Formato: PDF (exclusivamente). Artigos devem ser formatados seguindo o padrão adotado pela SBC. Número de páginas para especialização e mestrado: folha de rosto + 5 páginas de conteúdo. Número de páginas para doutorado: folha de rosto + 7 páginas de conteúdo. Trabalhos em formato diferente de PDF, que excedam o número de páginas, violem as instruções de formato ou de pré-requisito não serão considerados.


Avaliação e Apresentação

Os trabalhos submetidos serão avaliados e selecionados pelo comitê de programa do evento. Cada trabalho receberá um parecer do comitê com questionamentos e sugestões sobre o seu conteúdo. Esses comentários deverão ser utilizados pelo autor na preparação da versão final do artigo.

Os trabalhos selecionados serão apresentados e discutidos, durante o WPOS, com membros do comitê de programa. A apresentação deverá ser feita em português. Entende-se que o autor é o aluno de pós-graduação responsável pelo desenvolvimento da monografia, tese ou dissertação. Os 5 melhores artigos da ERBASE 2015 serão convidados a submeterem uma versão ampliada para a Revista de Sistemas e Computação (RSC).


Coordenação

  • João B. Rocha-Junior (UEFS) – joao AT uefs DOT br
  • José Valentim dos Santos Filho (UFRB) – jose DOT valentimfilho AT gmail DOT com

Comitê de Programa

  • Adolfo Duran – Universidade Federal da Bahia
  • Álvaro Coêlho – Universidade Estadual de Santa Cruz
  • Andre Aquino – Universidade Federal de Alagoas
  • Angelo Duarte – Universidade Estadual de Feira de Santana
  • Angelo Loula – Universidade Estadual de Feira de Santana
  • Daniel G. Costa – Universidade Estadual de Feira de Santana
  • Edward Moreno – Universidade Federal de Sergipe
  • Eliana Almeida – Universidade Federal de Alagoas
  • Heitor Ramos – Universidade Federal de Alagoas
  • João B. Rocha-Junior – Universidade Estadual de Feira de Santana
  • Leandro Dias da Silva – Universidade Federal de Alagoas
  • Leila Silva – Universidade Federal de Sergipe
  • Michele Angelo – Universidade Estadual de Feira de Santana
  • Paulo Eduardo Ambrósio – Universidade Estaduao de Santa Cruz
  • Ricardo José Rocha Amorim – Universidade do Estado da Bahia / Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina
  • Roberto Bittencourt – Universidade Estadual de Feira de Santana
  • Sérgio Medeiros – Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Entre em contato !

Para informações, críticas e sugestões utilize uma das formas de contato abaixo.

Grupo de Pesquisa em Sistemas Distribuídos, Otimização, Redes e Tempo-Real (GSORT)
Rua Emí­dio dos Santos, s/n.
Barbalho – Salvador Bahia.
CEP: 40301-015. Bloco A. 3o andar.
Tel: (71) 2102-9457.
GSORT

O GSORT é um grupo de pesquisa da área de Ciência da Computação, formado por pesquisadores do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBa). Tem como objetivo realizar pesquisa e desenvolvimento (P&D) na área de Ciência da Computação, com ênfase nas linhas de pesquisa do grupo, fomentando o crescimento estratégico de ciência e tecnologia (C&T) no estado e no paí­s.

IFBA

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBa), criado pela Lei nº 11.892/2008, é resultado das mudanças promovidas no antigo Centro Federal de Educação Tecnológica da Bahia (Cefet-BA). Com tradição centenária no ensino técnico-profissional e há mais de uma década no ensino superior, o Instituto atua em sintonia com as demandas profissionais do mundo do trabalho, contribuindo para a cultura empreendedora e tecnológica do estado.

Envie-nos um e-mail

Ou siga-nos nas redes sociais

Copyright © 2015 GSORT/IFBa

Fotos do site: Igreja de Santo Antônio. Por Thiago Vieira. Licenciada sob a CC BY-NC 2.0. Bando Cumatê.